Governo de Goiás

Procuradoria Geral do Estado

Procure o que você precisa:
Terça, 19 de Junho de 2018
Notícias
PGE assina Ata de Registro de Preços para serviços de TI
16/02/2018 16h52 - Atualizado em 16/02/2018 16h55

O Procurador-Geral do Estado, Dr. Walter Rodrigues da Costa, assina hoje a Ata de Registro de Preços oriunda do Pregão Eletrônico nº 01/2017, realizado pela Procuradoria-Geral do Estado e Controladoria-Geral do Estado, em atenção à Portaria Conjunta nº 02/2017-GAB CGE PGE, que viabilizará o desenvolvimento de soluções em software para aperfeiçoamento e automação aos trabalhos promovidos pelo Estado de Goiás. Conforme explica o Gerente de TI Leandro Lima, “não somente os processos terão maior ritmo e produtividade, mas a própria gestão ganhará com os recursos gerados pelo sistema que dará visibilidade e controle a todas as áreas da Procuradoria-Geral do Estado”.

A contratação de soluções em tecnologia da informação é um desafio à modernização e eficiência dos serviços prestados pelo poder público, e a ARP traduz a decisão política acerca dos caminhos a serem percorridos pelos órgãos participantes, em obediência aos critérios sugeridos pelo Tribunal de Contas do Estado e Tribunal de Contas da União, descrevendo, tecnicamente, o conjunto de serviços a serem prestados, de forma a tornar a execução mensurável para o apreçamento ideal de cada etapa.

As inovações trazidas pela ARP passam pela estruturação de mecanismos técnicos e jurídicos capazes de promover a evolução, garantir a legalidade e criar soluções em software capazes de corresponder às expectativas dos cidadãos. Para tanto, a área de Tecnologia da Informação – TI da Procuradoria-Geral de Goiás descreveu metasserviços que podem ser selecionados para contratação gradual de cada etapa.

Os metasserviços são classificados por complexidade e obedecem à previsão de evolução da construção dos sistemas. Assim, de modo inteligente, o gestor do contrato apontará as fases e os produtos de cada Ordem de Serviço com base no tipo de complexidade do serviço, o que se afigura inédito no Estado.

Inserida no Programa Inova PGE, a ARP permitirá aos Procuradores do Estado acessar ações em tramitação em todos os tribunais; responder às demandas do Estado a partir de dados minerados em um largo escopo de banco de dados de diferentes parceiros, além de realizar a gestão inteligente dos processos, garantindo a atuação sincronizada de acordo com as expertises individuais. Por outro lado, as atividades rotineiras de pesquisa, obtenção e geração de dados de bancos externos, dentre outros, poderão ser obtidos em segundos pelo próprio sistema.

Segundo o Procurador-Geral do Estado, ao dar esse passo, “a PGE abre espaço para uma nova fase de modernidade do Estado, abrindo caminhos para que outros órgãos consigam pelo modelo desenhado, contratar soluções de inovação em software. Para a população, será um grande avanço, em razão da possibilidade de obtenção de respostas de modo ágil e seguro, com reduzidos custos e transparência efetiva”. Ainda segundo o Procurador-Geral, a PGE consegue, por meio da ARP, atender às exigências dos órgãos de controle, mas mais do que isso, garante ao cidadão goiano a continuidade da modernização e da eficiência no serviço público.